Marco Bernardo lança novo álbum pela gravadora Kuarup

O Pianeiro Chorão traz a versão do músico para clássicos do choro e da música popular brasileira

O conceito de pianista popular origina-se na figura do ‘pianeiro’, a designação do pianista demonstrador das antigas casas de música que comercializavam partituras e instrumentos musicais nas primeiras décadas do século passado.  Alma desses estabelecimentos, o pianeiro divulgava ao público os últimos lançamentos musicais e, sobretudo quando se tratava de música popular, as partituras eram escritas em nível elementar de maneira a serem exequíveis pelo público médio, e o músico se lhes dava toques insuspeitados, desde o balanço até intervenções de caráter melódico e harmônico. Não podia ser diferente: graças às artes do pianeiro, as pessoas se agradavam das músicas e adquiriam os exemplares, com a ilusão de, chegando em casa, fazer algo parecido com o que tinham acabado de ouvir na loja. Só o talento de cada um diria.

O Pianeiro Chorão é o novo álbum do pianista e arranjador paulistano Marco Bernardo. O trabalho, lançado pela produtora e gravadora Kuarup, é resultado de décadas de devoção e dedicação do músico a todo esse universo musical, desde seus estudos de piano, com o desenvolvimento de uma leitura própria dos clássicos do gênero, que em geral é impregnada dos maneirismos dos compositores e intérpretes que tocam essas canções, acima de tudo respeitando a tradição, mas buscando um toque de contemporaneidade. Com exceção de duas músicas, Vem Cá, Branquinha e Manhosamente, gravadas em versões originais, todas as peças têm arranjos do pianista e três delas receberam influência direta de grandes intérpretes que as abordaram: Expansiva é inspirada no arranjo de Mozart Brandão para a gravação de Jacob do Bandolim, Branca evoca a genial ousadia de Hermeto Pascoal e Jura relembra a bossa inconfundível de Carolina Cardoso de Menezes.

O encontro do artista com um piano Steinway em uma tarde chuvosa de setembro de 2008 trouxe para o repertório do álbum alguns clássicos inspirados como Pelo Telefone (Donga e Mauro de Almeida), Rosa (Pixinguinha), Noites Cariocas (Jacob do Bandolim), Pedacinhos do Céu, DelicadoBrasileirinho (Waldir Azevedo) entre outras pérolas da música popular brasileira. A produção, gravação e direção musical do CD é assinada pelo músico Wagner Amorosino. O álbum tem mixagem e masterização a cargo de Adonias Souza Junior, com ilustração, produção e projeto gráfico desenvolvidos pela Kuarup.

Capa do CD O Pianeiro Chorão, de Marco Bernardo. Lançamento Kuarup KCD 309

CONFIRA O CD em seu streaming preferido acessando este super-link de encaminhamento para as plataformas digitais!

 

Sobre a Kuarup

Especializada em música brasileira de alta qualidade, o seu acervo concentra a maior coleção de Villa-Lobos em catálogo no país, além dos principais e mais importantes trabalhos de choro, música nordestina, caipira e sertaneja, MPB, samba e música instrumental em geral, com artistas como Baden Powell, Renato Teixeira, Ney Matogrosso, Wagner Tiso, Rolando Boldrin, Paulo Moura, Raphael Rabello, Geraldo Azevedo, Vital Farias, Elomar, Pena Branca & Xavantinho e Arthur Moreira Lima, entre outros.

2019-07-20T15:43:30+00:00 20 de julho de 2019|Agenda, Blog|